O Festival

O Festival ManiFesta é uma das ações do Programa Museal Jornada no Bosque. Neste festival multilinguagem, artistas e profissionais de distintas áreas expressam seus cantos, sons, falas e poéticas orientados pela temática “A Natureza Cura”.

O encontro entre e com vozes pensantes e artísticas do ManiFesta nos convida a honrar com leveza e sabedoria nosso precioso tempo de vida em conexão com a natureza de nossos distintos territórios. 

Reserve um tempo para esse momento. Atente para as reflexões e permita-se viver experiências imersivas. Convidamos você a vibrar uma energia de encontros regenerativos conosco.

O lançamento da programação acontece de 19 a 26 de junho e segue disponível no canal do Jornada do Bosque no Youtube.

Por que ManiFesta?

A força e a beleza da personagem que ilustra o Festival ManiFesta se inspira na imagem de Mani, esta misteriosa e transformadora personalidade feminina, fundadora do mito indígena de origem da mandioca. Mani é a Rainha do Brasil. Ela tem corpo em forma de raiz com linhas que vão em direção à terra. O corpo de Mani se comunica com a natureza atraindo a fauna, a flora e está enraizado e ligado profundamente aos ciclos.  

A Mani do ManiFesta é uma mulher adulta, resiliente, detentora de um olhar firme e sério para o destino da vida na terra. Mani convida o público a experimentar com encanto um convívio compartilhado de forma justa e zelosa com o mundo. 

Oferecemos o ManiFesta como uma forma sensível de manifestar a urgência de entendermos que cada ação humana é natureza. As multilinguagens da tecnologia e das vozes convidadas sustentam o conceito do “nós” como natureza. 

As imersões criativas vivenciadas e produzidas na natureza do Parque das Dunas é um canal de conexão a ser potencializado com o público.  O que estamos manifestando nas conversas, “debaixo dessa sombra e tomando uma água fresca”, são impressões, reflexões e entendimentos profundos sobre nosso pertencimento ao mundo. O ManiFesta é uma convocação para que sejamos todos Mani a partir deste respiro de arte, cultura e natureza.

O que vai rolar

01.

CIRCO

O Palhaço Piruá vai ao Parque das Dunas fazer seu cooper diário e vive uma experiência transcendental que o faz entrar em sincronia com a natureza. 

02.

MÚSICA

O grupo Skarimbó lança o videoclipe “Rito de Passagem” a partir de imersões realizadas na Trilha da Ubaia Doce no Parque das Dunas.

03.

PROJEÇÃO MAPEADA

A escultura pública Casa Mãe Terra recebe em seu corpo a projeção mapeada Regeneração, criada por Mauricio Panella, Will Monteiro e DJ Tinoc.

04.

PERFORMANCE

Ana Claudia Viana, Oyá Iyalê, Kleber Mendonça, Maurício Panella e as louceiras de Sobrado se reúnem para compor uma performance sob a inspiração das forças e dos tempos da terra. 

05.

CICLO DE CONVERSAS

Oito conversas com profissionais de distintas regiões do Brasil para dialogar sobre Saúde, Cultura e Natureza.

06.

ONLINE E GRATUITO

Todas as atrações serão on-line e 100% gratuitas.